publicado por gondomaralegre2011 | Segunda-feira, 20 Dezembro , 2010, 17:52

 

A “razão da força" foi sempre o paradigma do País, desde que tomei consciência da vida pública. A tropa; cumpre-se a ordem e só depois se contesta. A igreja; com um Deus omnipotente e, nunca infinitamente BOM. O estado; sempre "a bem da Nação". Vivi a primavera da vida neste contexto, amaldiçoando os esbirros, e os dirigentes que continham a revolta à custa da "razão da força". A nação consumiu 39 meses da minha vida, como de tantas outras vidas, para combater aqueles que tinham razão e, que defendiam os seus legítimos interesses. A força da razão, único paradigma justo, humanista e solidário, que não se coaduna com quem sacode a água do capote, com quem perante os apertos se silencia, com quem não é capaz de assumir a ruptura com receio de comprometer os seus interesses. É em nome da "força da razão" que estarei com Manuel Alegre, porque sei, no período negro que descrevi, quanta coragem, quanto risco, assumiu em nome da Pátria, que somos TODOS NÓS.

 

Manuel José Frota Antunes

 

  


Dezembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

14

19
25

26
28
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO