publicado por gondomaralegre2011 | Quarta-feira, 22 Dezembro , 2010, 14:35

 

Esta candidatura presidencial realiza no próximo dia 8 de Janeiro um encontro de sindicalistas e activistas do mundo do trabalho, com a presença de Manuel Alegre.


Este encontro segue-se ao apelo lançado por uma centena de dirigentes sindicais e activistas, texto que segue em anexo e que te convidamos a subscrever.


As próximas semanas são essenciais para a esquerda conseguir impor uma segunda volta e para, nela, levarmos Manuel Alegre à Presidência da República.

 

É o momento de participar e tomar a palavra.

 

Contamos contigo nesta iniciativa e neste apelo!

 

PARA SUBSCRIÇÃO DO APELO: sindicalistasapoiamalegre@gmail.com

PARA INSCRIÇÃO NO ALMOÇO: 910460669

O almoço - no valor de 10€ - terá lugar no restaurante Quinta dos Cantadores, em Palmela.


Ver mapa de acesso aqui.

 

 


publicado por gondomaralegre2011 | Terça-feira, 21 Dezembro , 2010, 22:06

 

 

Ler  aqui.

 

 

PARA SUBSCRIÇÃO DO APELO: sindicalistasapoiamalegre@gmail.com

 

 

 


publicado por gondomaralegre2011 | Quinta-feira, 11 Novembro , 2010, 23:26

 

 “O papel dos sindicatos no nosso país e na Europa é mais importante do que nunca” afirmou Manuel Alegre esta tarde no encerramento do IX Congresso da Tendência Sindical Socialista da CGTP, onde foi calorosamente recebido, porque “é preciso fazer frente a esta ofensiva” em toda a Europa contra os direitos sociais, que “custaram o sacrifício de tantas gerações”. O candidato considerou que a greve geral “vai ser um momento de grande significado sindical, político e democrático” e criticou o facto de ninguém ter perguntado “ao candidato Cavaco Silva nem a nenhum outro candidato qual era a sua posição sobre a greve”.

 

Antes Manuel Alegre tinha explanado as razões da crise, desde as causas externas e europeias às razões nacionais. Para o candidato, “não nos libertaremos dos credores se não mudarmos o nosso modelo de desenvolvimento”, mas há duas maneiras de o fazer e de aumentar a nossa competitividade: “a direita quer a competitividade da economia com a flexibilização, baixando os custos do trabalho, com os despedimentos”. E “há outra maneira”, defendeu, “através da incorporação do saber, através da inovação tecnológica, mas também da inovação social”. Porque "nós não sairemos desta crise sem novas soluções, sem novos caminhos, sem mudar de paradigma e sem alternativas económicas e sociais", disse ainda Manuel Alegre.

 

Preocupado com a precariedade que afecta a juventude, Alegre afirmou que “não podemos congelar o futuro da juventude”. “É muito grave”, disse, “mesmo numa situação de necessidade, que se congelem pensões. Mas pior do que isso é congelar o futuro”. Para o candidato “a batalha mais importante” é “mudar as condições concretas de vida” para que os jovens “possam ter lugar no futuro”.

 

“Imaginem o que seria, interpelou Manuel Alegre, “num momento de crise como aquele que estamos a viver, os portugueses terem de pagar a escola para onde vão os seus filhos”, ou “terem de pagar um seguro privado para poderem ir à consulta”, exemplificou, para defender o imperativo de lutar pelos direitos sociais.

 

E isso é também o que, para o candidato, está em causa nas eleições presidenciais. “É preciso que todos percebam que o futuro político do país não se vai decidir em Maio, Abril ou Junho”, disse, mas sim nas eleições presidenciais de 23 de Janeiro. “Se eu chegar a Belém, disse ainda, “comigo chegarão os sindicalistas” e “os representantes dos trabalhadores”. “É por esses sobretudo, e pela juventude”, frisou, “que eu me candidato à Presidência da República”.

 

 

Retirado daqui

 

 




Hino Nacional
"A Portuguesa"




“Portugal é uma República soberana, baseada na dignidade da pessoa hu-
mana e na vontade popular e empen-
hada na construção de uma socieda-
de livre, justa e solidária”.
(Constituição Rep. Portuguesa-art.1º)

«O melhor que a história nos pode dar
é suscitar o nosso entusiasmo»
(Goethe).


gondomaralegre2011@sapo.pt
gondomaralegre2011@gmail.com



Biografia de Manuel Alegre





Estrutura da Candidatura

Apoiantes de Manuel Alegre











1


2


3


4


5


6


7


8


9


10


11


12


13






António Arnaut



Carlos Brito



Isabel Castro



José Niza



Toni



André Freire

Hino da Campanha



LIVRE E FRATERNO PORTUGAL


Voltar a acreditar neste País
Voltarmos a regar nossa raiz
Voltarmos a sorrir
Sem nuvens a tapar
O sol que vai brilhar no nosso olhar.

Voltar a inventar este lugar
Viver de novo a vida sem esperar
Sonhar o velho sonho
Que temos adiado
E ver este País a acordar.

Livre e Fraterno Portugal
Justo e Alegre Portugal
País feito do mar,
País feito do amor,
País do nosso sonho
Portugal

Voltarmos a cantar este País
Que espera para voltar a ser feliz
Que a Praça da Canção
Não seja uma ilusão
E possa ser refrão dentro de nós.

Livre e Fraterno Portugal
Justo e Alegre Portugal
País feito do mar,
País feito do amor,
País do nosso sonho
Portugal



Fevereiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO